Entenda a importância da ação para prevenir a dengue

Já pensou que água que você deixa acumulada pode virar um foco de criadouro para dengue? Mas aqui te mostramos como você pode resolver esses problemas!

O mosquito da dengue é transmissor da chikungunya e do vírus zika. Fatores como água parada, lixos acumulados são propícios para o mosquito se instalar e contaminar sua família.

Para isso, algumas ações simples podem acabar com os focos da dengue e deixar sua casa protegida.

Cuidados gerais para prevenção contra a dengue

O Aedes aegypti é um mosquito doméstico, vive dentro de casa e perto do homem. Se reproduzem em água limpa e parada. Por isso, alguns cuidados são necessários, como:

  • Telas em janelas e portas, preferencialmente com telas de proteção ou mosquiteiro;
  • Tampe os tonéis e caixas d’água, pois como o mosquito é bem pequeno, qualquer fresta, neste tipo de depósito, é suficiente para a fêmea conseguir colocar ovos e iniciar um novo ciclo;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Em menos de 15 minutos é possível realizar uma limpeza e eliminar os criadouros do mosquito da dengue. 

Dessa forma, para evitar a contaminação da dengue que podem transmitir doenças, o primeiro passo é realizar uma boa limpeza e organização do ambiente, principalmente de água parada.

Essas medidas contribuem para evitar a reprodução do mosquito da dengue e para tornar os ambientes saudáveis. O acondicionamento e o destino adequado do lixo são problemas que atingem toda a população, tanto nas áreas urbanas como rurais.

Ao orientar os moradores para selecionar os recipientes e guardá-los de forma adequada, você contribui para evitar que sejam jogados em rios ou deixados a céu aberto, trazendo outros problemas para a comunidade (como foco de ratos e de outros animais, entupimento de bueiros, dentre outros).

 A educação em saúde e a participação comunitária devem ser promovidas para que a comunidade adquira conhecimentos e consciência do problema para que possa participar efetivamente.

Além da conscientização da própria população para a importância de se cuidar para que a água parada não fique acumulada em locais estratégicos que permitam a proliferação de larvas do mosquito transmissor da dengue, há também o importante papel dos órgãos do governo. Ou seja, é importantíssimo que ações governamentais sejam tomadas visando atacar focos para evitar que surtos de dengue ocorram novamente.

Você sabe diferenciar a dengue, chikungunya e a zika?

A dengue é uma infecção causada por um vírus, que apresenta quatro sorotipos diferentes. Por isso, é possível contrair a doença quatro vezes, já que a infecção por um sorotipo não gera imunidade para os demais.  Os sintomas são: febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. A doença pode evoluir para uma forma mais grave e ocasionar sangramento na pele, mucosas, órgãos internos e até levar à morte. A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectada com o vírus. A principal medida é eliminar os criadouros do mosquito. A dengue hemorrágica possui os sintomas iguais aos da dengue clássica, podendo existir ainda: sangramento de gengivas e narinas; fezes escuras, o que indica a presença de sangue nas fezes; pontos ou manchas vermelhas ou roxas na pele; dor abdominal intensa e contínua (dor na barriga); vômitos frequentes e tonteira; diminuição da urina; dificuldade para respirar.

A Chikungunya é uma infecção viral, que se apresenta sob a forma aguda (com sintomas abruptos de febre alta, dor articular intensa, dor de cabeça e dor muscular, podendo ocorrer erupções cutâneas) e pode evoluir para as fases: subaguda (com persistência de dor articular) e crônica (com persistência de dor articular por meses ou anos). Também é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.

Já a Zika é uma infecção viral e seus sintomas são vermelhidão no corpo com coceira, olhos avermelhados sem coceira e sem secreção, febre, inchaço e dores nas articulações. Transmitida pela picada fêmea do mosquito Aedes aegypti.

Os sintomas podem ser aliviados com o uso de remédios para dor ou febre, prescritos pelo médico.

Ainda não existe vacina para a dengue. Normalmente a doença dura de 5 a 7 dias. Quem está com dengue deve ficar em repouso e beber muita água. Não há um tratamento específico para atacar diretamente a doença.

A pessoa doente não pode tomar remédios à base de ácido acetil salicílico, uma vez que esta substância aumenta o risco de hemorragia. Os medicamentos recomendados deverão ser sempre prescritos pelo(a) médico(a).

Por que os casos de dengue aumentam no verão?

Porque no verão faz mais calor e chove muito, aumentando os locais com água parada, os quais podem se tornar criadouros do mosquito da dengue.

Se nos locais que se enchem de água já existirem ovos do Aedes aegypti, eles ficam novamente ativos, evoluindo para o estágio de larvas, que se transformarão em mosquitos.

O calor acelera o ciclo do mosquito, de ovo a adulto, que ocorre em menos dias, contribuindo para aumentar a sua população. Da mesma forma o calor também acelera a multiplicação do vírus dentro do mosquito.

Com isso, no verão (época geralmente mais quente do ano) uma fêmea do mosquito infectada tem mais chances de transmitir a doença antes de morrer.

É importante lembrar que a reprodução do mosquito não para, por isso, é preciso ficar alerta com a dengue também em todas as épocas do ano.

A Dedetizadora Folha tem o que é de mais moderno no combate a mosquitos, trabalhando com equipamentos de maior eficiência no mercado, o sistema de termonebulização (FOG). O sistema de atomização é eficaz, pois não se dissipa com facilidade e além disso tem efeito fulminante.

Conte com nossa empresa para um serviço eficiente e de qualidade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *